Publicidade

Represa da Ucrânia que fornece água para usina nuclear se rompe

Ataque ocorreu na região de Kherson, no sul, em área controlada pela Rússia. Água já subiu 11 metros e fez centenas de pessoas deixarem suas casas, segundo agência russa





Represa da Ucrânia que fornece água para usina nuclear se rompe

Por:Jornal NC - Publicado em 12/06/2023

Um ataque no sul da Ucrânia rompeu a barragem de uma usina hidrelétrica, inundando a cidade de Nova Kakhovka e ameaçando o funcionamento da usina de Zaporizhzhia, a maior central nuclear da Europa. A cidade e toda a região são controladas atualmente pela Rússia. Os dois países trocaram acusações sobre a autoria do ataque. A União Europeia já afirma que a explosão pode constituir um crime de guerra. Em algumas áreas, o nível da água subiu até 11 metros de altura.

A região inteira - que tem cidades controladas tanto pela Rússia quanto pela Ucrânia - entrou em estado de alerta, e centenas de pessoas já deixaram suas casas. A explosão aconteceu na barragem de Nova Kakhovka, na região de Kherson, uma área do sul da Ucrânia pela qual tropas de Kiev e Moscou disputam o controle. O Kremlin afirmou que a explosão da barragem foi um ato terrorista por parte do governo ucraniano e disse ter aberto uma investigação. Já Kiev negou autoria e acusou as tropas russas. Há semanas, moradores locais vêm se queixando de alagamentos por conta da má gestão da usina hidrelétrica por parte do governo temporário imposto na região por Moscou.

Veja Também: Ataques simultâneos com drones ocorrem durante a madrugada em Moscou e Kiev

Segundo a agência estatal russa RIA, 22 mil pessoas podem ser afetadas. Já o governo da Ucrânia disse que 80 povoados podem ser inundados. A barragem alvo do ataque foi construída em 1956 e possui um reservatório de 18 km³. Esse reservatório fornece água para a península da Crimeia e para a usina de Zaporizhzhia - a maior central nuclear da Europa - ambas em territórios ucranianos controlados pela Rússia. A usina de Zaporizhzhia, que há meses está ocupada por tropas russas, fica a cerca de 125 quilômetros de Nova Kakhovka, às marges do mesmo rio da barragem. Até o início desta manhã, o nível da água ao redor da central nuclear já havia subido 7 metros, segundo a agência de notícias Tass, e autoridades locais temem que um alagamento afete o funcionamento da usina.]

Curta nossa Fanpage no Facebook


Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade

Mais Notícias


  • Nacional, Nacional
  • Doações fazem comércio gaúcho crescer mais que média nacional
  • Vendas no estado tiveram alta de 1,8% em maio, aponta IBGE

  • Publicado em 12/07/2024

  • Internacional, Internacional
  • ONG denuncia graves abusos e torturas de prisioneiros palestinos
  • Denúncias surgem depois de o Supremo Tribunal de Israel ter recebido uma petição exigindo o encerramento do centro de detenção de Sde Teiman

  • Publicado em 12/07/2024

  • Especiais, Especiais
  • Câmara aprova texto-base da reforma tributária com trava no IVA
  • Inclusão de carnes na cesta básica foi aprovada em destaque

  • Publicado em 12/07/2024

  • Política
  • Centro gestor alerta para seca severa este ano na Amazônia
  • Efeitos mais imediatos podem afetar navegabilidade nos rios

  • Publicado em 03/07/2024


Publicidade

Contato




Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.



Publicidade

©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados