Publicidade

Hamas anuncia que trégua em Gaza entrará em vigor às 5h desta quinta (23)

Representante da ala política do movimento disse que ele “está preparado para um cessar-fogo global e a troca de prisioneiros”





Hamas anuncia que trégua em Gaza  entrará em vigor às 5h desta quinta (23)

Por:Jornal NC - Publicado em 23/11/2023

O movimento islamita Hamas anunciou que a trégua de quatro dias, acordada com Israel em troca da libertação de 50 reféns, entra em vigor às 10h locais de quinta-feira (5h em Brasília). “A trégua na Faixa de Gaza começará às 10h de amanhã [quinta-feira]”, declarou Musa Abou Marzouk, membro sênior da ala política do Hamas, à cadeia de televisão Al Jazeera, do Catar. Marzouk adiantou que o Hamas “está preparado para um cessar-fogo global e a troca de prisioneiros”, acrescentando que a maior parte dos reféns feitos durante os ataques de 7 de outubro é de estrangeiros.

Reféns
Ao fim de seis semanas de guerra no Oriente Médio, Israel e o Hamas chegaram a um acordo. O grupo extremista comprometeu-se a libertar pelo menos 50 reféns que se encontram em Gaza. Em troca, Israel vai libertar 150 palestinos da prisão, além de interromper os bombardeios no sul de Gaza durante quatro dias e de deixar entrar ajuda humanitária na região. Apesar de o acordo ser para a libertação de 150 palestinos, a lista divulgada pelo Ministério da Justiça de Israel inclui 300 nomes. Isso para dar ao Hamas a possibilidade de libertar mais reféns do que o previsto, em troca de mais prisioneiros. Agora, os cidadãos israelenses têm um dia para recorrer da decisão do tribunal.

Veja Também: ONU: emissões de CO2 cairão apenas 2% até 2030 no ritmo atual

Das três centenas de nomes da lista, em hebraico, 123 são menores. Cinco deles têm 14 anos e foram detidos por crimes que vão de atear fogo a lançar bombas. Uma das cidadãs palestinas da lista é Misoun Mussa, condenada em 2015 a 15 anos de prisão por esfaquear um soldado israelense em Jerusalém. Outra é Marah Bakeer, detida no mesmo ano por esfaquear um agente da polícia fronteiriça e sentenciada a oito anos e meio de prisão. O diário Haaretz cita também o caso de Asra Jabas, palestina que explodiu um depósito de combustível, deixando um polícia ferido. A mulher mais velha da lista, com 59 anos, está detida por crimes relacionados com segurança. Já Samira Harbawi, de 53 anos, foi presa por “danos físicos graves” a terceiros e por “transporte e fabricação” de armas brancas.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade

Mais Notícias


  • Cidades, Cidades
  • Parque Viana ganha nova maternal e campo de futebol com área de lazer
  • A unidade também possui rampas de acesso e o local está preparado para atender até 188 crianças, garantindo toda a estrutura e segurança para os pequeninos

  • Publicado em 29/02/2024

  • Internacional
  • Austrália: calor e ameaças de incêndio levam milhares a deixar casas
  • Estado de Victoria enfrenta piores condições de calor em quatro anos

  • Publicado em 29/02/2024

  • Especiais, Especiais
  • STF julga sobras eleitorais; decisão pode trocar sete deputados na Câmara
  • Corte vai retomar a análise com formação completa do plenário depois da posse de Flávio Dino

  • Publicado em 29/02/2024

  • Cidades, Cidades
  • Barueri é referência na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho
  • O resultado é visto em números positivos que refletem o compromisso da cidade com a inclusão e a valorização desses profissionais

  • Publicado em 22/02/2024


Publicidade

Contato




Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.



Publicidade

©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados